Pele negra

12:24

Nesta sexta feira (amanha), dia 20/11 é comemorado no Brasil o dia da Consciência Negra, que visa fortalecer e valorizar a nossa herança afrodescendente. Uma boa forma de comemorar é entender melhor sobre a pele negra. Tudo para deixá-la mais bonita e saudável.

O dermatologista Erasmo Tokarski explica que a coloração é determinada pela melanina. “Ela é um pigmento, que também tem o papel de proteção contra os raios solares. Quanto maior a quantidade de melanina, mais escura a cor e maior a proteção”, explica.
É por essa razão que a pele negra pode ser exposta ao sol por períodos mais longos do que a branca, que se queima rapidamente. Ainda assim, não se pode abusar. “O protetor solar é indispensável para todo mundo. Também deve-se evitar horários com radiação intensa, das 10h às 16h”, recomenda o dermatologista.
 A proteção da melanina diminui a chance de ter câncer de pele, menos comum na população afrodescendente, e o envelhecimento precoce. Mas o pigmento tem um lado negativo: facilita o surgimento de manchas. Para se livrar delas, vale consultar um especialista para indicar o melhor medicamento ou tratamento.
O dermatologista Erasmo Tokarski destaca que existe um laser específico para derme de coloração escura, para procedimentos estéticos como a depilação. “O laser comum tem dificuldade de identificar o pelo na pele negra. É fundamental usar um equipamento específico para evitar queimaduras e outras complicações”, alerta o especialista.
A pele negra também é mais propensa ao aparecimento de queloides, devido a maior quantidade de colágeno. Mas essa proteína traz uma grande vantagem: aumenta a firmeza e a elasticidade, o que dificulta o aparecimento de rugas. Não é uma maravilha? Agora é só por a cara no sol (com protetor solar!) e sair desfilando com a sua cor. 

You Might Also Like

0 comentários

Olá! Gostou do post? Deixe aqui seu comentário.
=]

Like us on Facebook

Mundo Lillac

Follow Mundo Lillac